MG 3411 1

O gestor também relembrou a necessidade de ficar em casa durante o próximo feriado, em 1/5, e pediu paciência e tranquilidade à população

 

 

 

Com a publicação da Deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19 nº 39, na edição desta quinta-feira (30/4) do Jornal Minas Gerais, entra em vigor o Plano Minas Consciente, que tem seus protocolos detalhados no site do programa. O anúncio foi feito pelo secretário adjunto de Estado de Saúde, Marcelo Cabral, em entrevista coletiva virtual. Cabral lembrou que a adesão deve ser feita por decreto próprio dos municípios, que devem também entrar com solicitação na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede).

O programa Minas Consciente setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas” (onda verde – serviços essenciais; onda branca – baixo risco; onda amarela – médio risco; onda vermelha – alto risco), a serem liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da doença. Uma vez publicadas as diretrizes, cabe aos municípios promover as avaliações para posterior adoção dos protocolos.

Marcelo Cabral destacou que o programa não deve ser interpretado como uma autorização para que as pessoas possam ir às ruas, atitude que poderia gerar pressões sobre a curva de contágio da Covid-19. “Não se trata de relaxamento ou de flexibilização. Entendemos que cada município tem suas particularidades, suas peculiaridades. Então, cada um deve prosseguir com suas responsabilidades para evitar a propagação da doença”, avaliou.

O gestor também relembrou a necessidade de ficar em casa durante o próximo feriado, em 1/5, e pediu paciência e tranquilidade à população. “Sabemos que é difícil permanecer em casa. Mas as pessoas não devem ir às ruas de maneira desordenada, só devem fazê-lo se for necessário. Se for preciso ir ao mercado, comprar um remédio, que usem máscaras e mantenham as medidas de higiene. Caso sejam de grupos de risco, que possam pedir a pessoas mais jovens e sem comprometimentos de saúde que façam essas compras”, disse.

Outros anúncios

Marcelo Cabral também mencionou obras de ampliação dos hospitais que compõem a rede da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) e o início de operação do laboratório da Universidade Federal dos Vales do Mucuri e Jequitinhonha (UFVMJ) para realização de exames para Covid-19, em conjunto com os outros laboratórios públicos que já atuavam sob coordenação técnica da Fundação Ezequiel Dias (Funed). “São ações que vão ampliar nossa capacidade de resposta frente à epidemia”, adirmou.

Informe epidemiológico

De acordo com o Informe Epidemiológico da Covid-19 em Minas Gerais publicado na manhã desta quinta-feira (30/4), até o momento foram confirmados 1.827 casos da doença e 82 mortes. Outras 81 estão em investigação. Ao todo, 421 óbitos foram descartados.


 

 

Enviar para impressão