NilsonBorgeseGov

Nesta segunda-feira (14/10), o diretor-geral do Idene, Nilson Borges, esteve com o vice-governador Paulo Brant, que recebeu também o prefeito de Diamantina, Juscelino Roque, o reitor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Janir Alves Fonseca, e o assessor de assuntos estratégicos da instituição, Ronaldo Guimarães. 

O desenvolvimento das regiões onde está a UFVJM foi o tema principal da reunião com o projeto “A Universidade nas Comunidades”. O objetivo é expandir a atuação, muito além dos quatro campi de Diamantina, Teófilo Otoni, Janaúba e Unaí. A UFVJM quer o Estado ainda mais próximo e demonstrou que o número de estudantes da graduação e pós-graduação passa de 10 mil.

Nilson Borges ressaltou que o Idene consegue dar suporte à UFVJM e vice-versa, mas elogiou a universidade por procurar o Estado a fim de estreitar ainda mais a parceria. Nessa nova fase, o Idene está trabalhando projetos estruturantes, que sejam capazes de transformar a vida da população, como infraestrutura rodoviária e ferroviária, entre outros. “Temos também aqueles atendimentos de necessidade imediata. Para isso, existem os escritórios regionais que visam à integração e ao desenvolvimento”, afirmou.

O vice-governador elogiou a união da universidade, prefeitura e Idene, bem como os projetos apresentados para ampliar o desenvolvimento regional. “Ter projetos é fundamental, porque o dinheiro vem quando se tem projeto”, disse Brant, inclusive, ao reconhecer a relevância do Idene nas regiões da UFVJM. Ele se colocou à disposição para o apoio do Estado dentro do que for possível.

Vice-governador Paulo Brant e diretor-geral Nilson Borges