O artesão Leandro Júnior, morador do distrito de Cachoeira do Norte, no município de Chapada do Norte, ganhou o prêmio máximo da 3ª Exposição Universo Cerâmico 2018, no Hall Monumental da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. A exposição agrega cerca de 100 exemplares que destacam as técnicas da Arte Cerâmica hoje praticada por artistas brasileiros nas mais diversas técnicas de modelagem e queima. Leandro Júnior é um dos artistas revelados pelo Artesanato em Movimento, desenvolvido pelo Governo de Minas Gerais, por meio do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais – IDENE.

As esculturas do artista chamam atenção pelo refinamento. Leandro levou para a exposição duas obras: Pietá Negra (uma obra inspirada em Pietá de Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni), e a Ventre Livre (uma escrava dando a luz amarrada em um tronco).

andro Junior disse que sem o apoio do Governo de Minas Gerais seria muito difícil participar desse tipo de exposição. “Mais uma vez gostaria de agradecer o apoio do Idene, que tem me ajudado muito, sem esse apoio seria muito difícil participar de eventos como esse. Estou muito feliz em poder mostrar meu trabalho para o mundo. Hoje tive a honra em ganhar o Grande Prêmio Universo Cerâmico, que conta com renomados artistas de todo o Brasil. É um dia especial na minha vida! ”, afirmou.

Para o diretor-geral do Idene, Gustavo Xavier, o apoio é muito importante para valorizar a cultura mineira, que segundo ele está muito bem representada. “O Leandro tem um potencial muito grande, já sabíamos que ele estava ganhando espaço não só no Brasil, mas admiradores de outros países, isso só engrandece o trabalho que estamos fazendo”, lembrando ainda que esse trabalho é feito com muito carinho a pedido do governador Fernando Pimentel, que pela primeira vez na história estabeleceu uma política pública voltada para o artesanato em Minas.  

O Projeto Mais Artesanato tem o objetivo de coordenar as ações que vão incentivar a formalização e a organização da cadeia produtiva formada por artesãos e associações. Já o Artesanato em Movimento é uma ação dirigida aos municípios da área de abrangência do sistema Sedinor/Idene e integra o programa Desenvolvimento do Norte e Nordeste, que também busca promover o apoio aos artesãos em feiras e eventos que fomentem a abertura de novos mercados, criando demanda e fortalecendo a atividade, com foco na preservação, valorização e divulgação.

Em todo o mundo, a Arte Cerâmica preserva seus aspectos artísticos e é valorizada por museólogos e galeristas. No Brasil, o segmento começa a se desprender dos moldes artesanais e utilitários, vislumbrando a obra dentro do conceito estético e plástico. E nesta exposição, Eliana Tsuru ampliou a participação de artistas renomados e iniciantes, num mesmo nível de qualidade artística e técnica, onde todos exploram o inusitado que toda argila pode oferecer, desenvolvendo trabalhos de diferentes dimensões e estilos. “É um projeto que visa unir num só espaço a consagração de um artista como Francisco Brennand, ao lado de artistas renomados e iniciantes. São talentos brasileiros, que nem sempre encontram espaço para expor seu trabalho. Nossa única exigência é que cada obra destaque um conceito da cerâmica artística”, defende Eliana.